segunda-feira, 9 de julho de 2018

O mar a seus pés

6 comentários:

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Belíssima imagem, um azulão maravilhoso!
Bj

Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

Kaipiroska disse...

Obrigada Rui :)
Uma boa semana...

Remus disse...

Ora essa...
Nos Açores as pessoas andam assim na praia?
Quando digo assim, não quero dizer com as mamas ao léu. Quero dizer com os braços esticados...

Mas calma aí, porque agora lembrei-me de uma história em que alguém confessou que andava sempre a correr como uma louca, de braços levantados.
Para não pensarem que estou a mentir, apesar da história original já não estar acessível, mas encontrei isto no blogue da Rute.

Ou seja, aqui fica a prova que quem sai aos seus, não degenera. Se a mãe corre de braços levantados, agora o filho já anda a seguir-lhe os passos.
:-D

Kaipiroska disse...

A mãe não só corre de braços levantados, como também está sempre aos saltos :)
O filho, como lindo menino, segue as felizes e loucas passadas da mãe :)

L.Reis disse...

Se isto não é o retrato da verdadeira felicidade, não sei o que será! E também se isto não é o melhor cenário para toda a alegria do mundo também não sei qual será. Este exagero de azul de céu e mar só podem ser festejado de braços muito abertos e sorrisos de orelha a orelha. Gosto desta família, sei lá...desde o filho-pássaro até à mãe canguru. :):)

Kaipiroska disse...

Quanto carinho e simpatia logo pela manhã! Obrigada L.Reis ;)
Este rapaz é mesmo a personificação da felicidade!!
Beijinho